15 de agosto de 2011

[Diário de Bordo] Fantasticon

Oi gente, essa é uma nova seção no blog em que vou contar um pouco sobre eventos ou lugares em que vou relacionados aos livros e não há jeito melhor de começar do que contando um pouco sobre:

Essa edição do Fantasticon ocorreu nos dias 12,13 e 14 de agosto e foi realmente um evento muito bom e demonstrou que a literatura fantástica esta ganhando cada vez mais espaço no mercado nacional.

O primeiro dia começou bem, com uma palestra sobre o fantástico em novelas, assumo que não sou muito noveleira mas achei a palestra bem interessante pois mostrou o fantástico em uma área em que é pouco explorado. O segundo dia foi bem agitado, antes de abrir a biblioteca já tinha um bom grupo de pessoas esperando para o evento e as palestras foram bem movimentadas e muito boas,não consegui assistir todas as palestras da programação mas adorei as que vi. A palestra sobre “como melhorar a sua criação literária” me deu uma outra visão sobre temas como o arquétipo de personagens (particularmente me interessei muito pelo assunto) e verossimilhança. Assim como a palestra que abordava o mercado editorial que fez com que eu entendesse mais sobre esse ramo. Peguei uma parte da palestra sobre a história na literatura fantástica e achei bem interessante a discussão de que mesmo a história sendo fantástica ela tem um embasamento histórico. E durante todo o dia enquanto ocorriam as palestras o papo fantástica foi realizado ao vivo e um grupo se exibia caracterizado como adeptos do Steampunk.


No domingo não consegui chegar cedo (Dia dos Pais), mas consegui assistir as palestras que queria. A palestra sobre Dostoievsk foi bem legal e fiquei interessada em conhecer mais sobre sua obra, logo depois foi a palestra uma das palestras mais aguardadas que reuniu em uma mesa-redonda André Vianco, Eduardo Spohr, Raphael Draccon e Luis Eduardo Matta que discutiram como foi o caminho que trilharam com seus livros. Logo após teve a apresentação da Republica dos Escritores seguida diretamente por uma vídeo- conferencia com James Mcsill, um consultor literário que explicou sobre como funciona o seu trabalho.

O Fantasticon me deixou muito feliz, primeiro por um motivo pessoal de passar o dia com pessoas que adoro e segundo por um motivo mais amplo: que em comparação com o ano passado o publico aumentou bem, em 2010 já tinha um publico bom, porem modesto, esse ano vi coisas que me deixaram muito contente, como uma fila para entrar no evento no sábado de manhã, salas de palestras lotadas, um publico muito maior que disputava espaço no corredor para conversar, uma parte do evento que vendia livros estava sempre lotada e uma boa quantidade de autores que estavam divulgando seu trabalho. E por falar em autores senti que uma boa parte das palestras foi voltada para quem escreve ou quer escrever um livro e demonstra que as pessoas estão mais abertas a literatura fantástica e começam a abrir seus olhos para os autores nacionais e por esses motivos fico muito satisfeita ao ver como o Fantasticon esta crescendo. Já estou esperando ansiosa o do ano que vem.

Fontes das fotos: Facebook da Revista Fantástica

1 comentários:

  1. Queria muito ter ido com vcs, deve ter sido muito bom, mas paciencia fica para a próxima.

    Nooooossa to com saudades hein rsss.

    Beijocas

    ResponderExcluir