11 de novembro de 2011

Julieta Imortal - Stacey Jay

Livro: Julieta Imortal
Autor: Stacey Jay
Editora: Novo Conceito
Ano: 2011

Sinopse:
Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz.
Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano.
Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.
Segredos, mistérios e surpresas envolvem este poderoso romance em que o casal mais famoso da literatura mundial tem a chance de contar sua verdadeira história.

Comentários:
Julieta Imortal foi um livro que me deixou com pensamentos ambíguos.
Gostei muito de algumas coisas do livro e outras me deixaram um pouco desanimada. Sempre tive muito receio com histórias que adaptam clássicos e por esse motivo já comecei a ler o livro com um pouco de medo, porém a autora trabalhou a narrativa de um jeito diferente do padrão de adaptações, ao invés reformular o clássico de Shakespeare ela usou o original como base e criou algo que seria como uma continuação do que já é conhecido.
O livro começa contando que a história de Romeu e Julieta não terminou onde todos conhecemos, na tumba onde ambos morrem, na verdade Romeu traiu Julieta na hora de sua morte e com isso ele se tornou um Mercenário, um ser que trabalha para as sombras e que alimenta a causa da dor, da morte e da tristeza já Julieta trabalha para os Embaixadores lutando pela causa do amor e tenta unir as almas gêmeas. Os dois tomam os corpos de pessoas, os embaixadores de pessoas vivas e os mercenários de pessoas mortas e por todos esses anos (cerca de 700) eles estão em lados opostos e se tornaram inimigos. Neste último trabalho Julieta toma o corpo de Ariel para tentar aproximar o próximo casal de almas gêmeas e Romeu também aparece para atrapalhar sua missão, porém muitas coisas estranhas acontecem com Julieta e a aventura do livro se desenvolve em cima desse mistério e da rivalidade do casal que foi criado por Shakespeare e que para muitos é a representação do amor.
Pela história não mudar tanto a versão original, na verdade ela mal cita a versão original, fazendo apenas pequenas referências, eu fiquei bem feliz, e gostei muito dessa idéia de rivalidade e até ódio entre um dos casais mais aclamado porém o que não me agradou muito nesse livro foi a construção dos personagens, Julieta e Romeu que poderiam ser personagens muito fortes, acabam ficando meio fracos e repetitivos durante a história, e Bem (um personagem que surge para dar uma quebra também não tem a força que deveria). A história é linear, sem ter muitas alterações temporais e narrada em primeira pessoa por Julieta, a trama e a ideia são boas porém há algumas falhas no contexto geral.

2 comentários:

  1. Ai eu não consegui aceitar muitas coisas neste livro, tipo o lado obscuro de Ariei ficou tão obscuro que nem a autora sabe, tipo eu imaginei ela uma Carie, A estranha e ninguém me tira isso da cabeça kkkkk.
    Sei lá, não consegui me adaptar com uma alma fora do corpo e que depois volta para o corpo com as lembranças da outra alma.
    Além do fato de a Julieta ser muito imatura para quem já tá nesta vida de vai e volta entre corpos a mais de 700 anos, não deu, não desceu.
    Mas concordo contigo que ela não ter tentado reescrever o clássico já foi algo feliz da parte dela.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. eu preciso deste livro, estou lendo Julieta de Anne Fortiere estou facinada com a história que até então não cohecia!

    ResponderExcluir