24 de julho de 2012

Cidade de Vidro - Cassandra Clare



Livro: Cidade de Vidro

Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record 
Ano: 2011

Sinopse:
Clary está à procura de uma poção para salvar a vida de sua mãe. Para isso, ela deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras, criando um portal sozinha. Só mais uma prova de que seus poderes estão mais sofisticados a cada dia. Para Clary, o perigo que isso representa é tão ou menos assustador quanto o fato de que Jace não a quer por perto. Mas nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastá-la de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe.

Comentários: 

Cuidado, esta resenha pode conter spoilers dos primeiros livros da série:  Cidade dos Ossos e Cidade das Cinzas.

Cidade de Vidro foi o melhor livro que li da série Os Instrumentos Mortais até agora. 
Depois de ler Cidade das Cinzas fiquei um pouco receosa com a história, de que ela seguisse um rumo que não me agradaria muito, focando apenas nos romances, mas Cidade de Vidro me provou o contrário, além da trama se desenvolver com conflitos e dramas o romance ganhou uma profundidade muito maior do que nos outros livros. 
Após a confusão que se desenvolveu em Cidade das Cinzas Clare, Jace e seus amigos já sabem que Valentim está buscando o terceiro instrumento mortal e não está disposto a deixar que nada o detenha. Além disso, Clare descobre que há uma forma de salvar sua mãe e também não medirá esforços para conseguir o seu objetivo, porém para isso ela terá que ir para Idris e procurar um mago. Novos personagens irão aparecer nesse livro e serão parte fundamental da história 
O livro é o maior dos três, porém não se percebe a leitura das 474 páginas pois a história é totalmente envolvente. Nesta parte da narrativa o cenário sofre uma alteração e somos apresentados a Idris, a cidade dos caçadores de sombras, de uma maneira mais aprofundada, o que antes conhecíamos apenas pelos comentários dos personagens agora é explorado e ambienta os acontecimentos. A autora mais uma vez conseguiu amadurecer tanto a história como os personagens, os conflitos são mais complexos e aprofundados as cenas de ação são bem construídas e por mais que uma grande parte da narrativa seja focada em Clare, e conseqüentemente em Jace, é possível ter uma visão bem ampla dos outros personagens que vão ganhando seu espaço deixando assim de serem personagens coadjuvantes para se tornarem peças fundamentais durante toda a trama. Essa foi uma série que comecei a gostar aos pouco, fiquei bem interessada com a história no primeiro livro, o segundo me agradou e o terceiro me ganhou, como disse antes, para mim esse é o melhor livro dessa série e minha expectativa pelos próximos é enorme. 

“As Leis estão mudando. Os velhos caminhos podem nunca mais ser os certos outra vez. Exatamente como a rebelião dos anjos acabou com o mundo como era antes, dividiu o paraíso em dois e criou o inferno, isso poderia significar o fim dos Nephilim como hoje existem. Esta é a nossa guerra no paraíso, vampiro, e só um lado pode vencer. E meu pai pretende que seja o dele.” Pg. 65

1. Cidade dos Ossos (resenha)
2. Cidade das Cinzas (resenha)
3. Cidade de Vidro
4. City of Fallen Angels
5. City of Lost Souls
6. City of Heavenly Fire

0 comentários:

Postar um comentário