1 de março de 2013

[Série] Lost Girl – Primeira Temporada





Título Original: Lost Girl
Temporada: 1
Ano: 2010
Roteirista: Emily Andras
Emissora: Showcase
Episódios: 13
Avaliação: 4,5/5





Comentários:
Lost Girl foi uma série que me surpreendeu e me ganhou, tanto pela história criada (que trouxe novidades em conceitos já conhecidos) como pelos personagens e pelos atores (que para mim foram descobertas). 
A série é focada em Bo (Anna Silk), alguém que não sabe o que é, sempre se achando diferente de todos e que decide um dia salvar Kenzi (Ksenia Solo) e nesse ínterim ela acaba descobrindo não ser uma humana, mas sim uma fae, um ser superior aos humanos, mágicos, diferentes e que algumas vezes se alimentam de propriedades humanas, e mais profundamente ainda, ela se descobre como uma súcubo, que se alimenta de chi, energia sexual humana, e agora terá que aprender a viver nesse novo mundo e descobrir mais sobre quem (e o que) ela é. 
O cenário criado na série e muito bem construído, durante os episódios são apresentados vários tipos diferentes de faes e com isso vemos criaturas que já estamos acostumados de outras historias (como o lobisomem), algumas que são pouco exploradas nas histórias de fantasia (como os tritões e as fúrias) e algumas novas (como a terra-viva) e que estes são divididos em dois grupos opostos: Fae da Luz e Fae das Trevas, sendo que a tensão entre esses grupos é constante e eles possuem uma interação meramente diplomática, apenas para tentar manter a paz entre eles. A história de Bo e do próprio mundo fae é bem apresentada, amarrando todos os pontos que são mostrados durante a série. 
A evolução e aprofundamento dos personagens é visível, na verdade todos os personagens da série são bem trabalhados e aproveitados, apesar de o foco principal ser da própria Bo a história e a vida dos outros personagens não são esquecidos e isso torna a série mais complexa. 
Gostei muito dessa primeira temporada, a ideia principal me agradou bastante ao juntar vários seres mitológicos que tentam viver no mundo humano sem serem percebidos, mas que possuem suas diversas tradições e características. A série não é focada apenas no sobrenatural, mas também temos os dramas pessoais e isso dá um bom balanço para a história. A primeira temporada foi muito boa, deu uma boa base para toda a trama e deixando vários ganchos que aumentam, consideravelmente, a ansiedade pela próxima temporada.  Para mim o único ponto que ficou um pouco defasado foram algumas informações que foram soltas durante os episódios, mas não foram explicadas, como por exemplo se a maioria dos faes são imortais, pois é o que parece durante os episódios, porém espero que futuramente essas questões sejam explicadas. 

2 comentários: