6 de março de 2013

Eu sou o número quatro – Pittacus Lore



Livro: Eu sou o número quatro
Titulo Original: I am number four
Autor: Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Ano: 2011
Avaliação: 3/5
Sinopse:
Nove de nós vieram para cá. Somos parecidos com vocês. Falamos como vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Temos poderes que vocês apenas sonham ter. Somos mais fortes e mais rápidos que qualquer coisa que já viram. Somos os super-heróis que vocês idolatram nos filmes e nos quadrinhos — mas somos reais. Nosso plano era crescer, treinar, ser mais poderosos e nos tornar apenas um, e então combatê-los. Mas eles nos encontraram antes. E começaram a nos caçar. Agora, todos nós estamos fugindo. O Número Um foi capturado na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Eu sou o Número Quatro. Eu sou o próximo


Comentários:
Este foi um livro que me distraiu, mas em diversos momentos me irritou. 
Estava procurando uma leitura leve, sem muita complexidade, para passar bem o tempo e decide ler “Eu sou o número quatro” o que também serviu como um pequeno desafio pessoal, pois não gosto muito de histórias que envolvam aliens, óvnis ou similares e achei que por ser um YA seria mais fácil superar isso. 
A história roda toda em torno de Quatro, um sobrevivente do planeta Lorien que está refugiado na Terra fugindo de seus perseguidores, estes destruíram seu planeta e perseguem os demais sobrevivente (nove mais seus respectivos guardiões) para que não sobre ninguém de Lorien, porém uma magia força com que sejam mortos apenas na ordem de seus números, três já morreram e a partir deste momento acompanhamos a história do número quatro. 
O cenário criado na história é padrão, John (ou quatro) está escondido entre humanos e tem que tentar manter as aparências, e com 15 anos vive todos os dramas de um adolescente em uma escola mais todas as dificuldades de ser um alien perseguido. 
A narrativa é em primeira pessoa, mas sinto que por ser um personagem masculino seu fluxo de pensamento não fica retido apenas no romance, mas também nas questões sobre seus poderes, seu desejo de vingança por ter seu planeta destruído e os problemas normais de um garoto. 
Bom o livro me distraiu, foi uma leitura leve, sem muitas pretensões e que montou todo um cenário que me agradou, a história de Lorien, dos nove, os legados foram características que chamaram minha atenção. 
Agora vamos a parte do que me irritou, e foram duas características, a primeira são os personagens, John é extremamente imaturo, para um garoto que é perseguido desde o dia em que nasceu, que sabe que é um dos únicos sobreviventes de um planeta e que está prestes a morrer eu esperava mais maturidade de suas escolhas. O romance também não me convenceu, não senti a ligação que o autor quis passar entre John e Sarah, algumas coisas ficaram bem superficiais entre os dois. A segunda característica que me irritou foi a falta de veracidade em várias situações, como as cenas de briga e ação que fugiram do que poderia ser considerado possível, mesmo sendo um YA sobrenatural (Quatro é um alien, mas em vários momentos envolvem situações com humanos que são quase impossíveis). Sem contar algumas reações que não condizem, por exemplo as pessoas encaram quase com naturalidade o fato de John ser um alien. 
Ainda vou continuar a série, pois um elemento que aparece no fim do livro me deixou curiosa pela continuação, mas não possuo muita expectativa por essa história.  

4 comentários:

  1. Eu gostei da história, mas concordo com o fato de ser estranho a naturalidade de todos aceitarem o extraterrestre. Já adianto que o vol. 2 tem muita ação.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. poutz, eu não tenho vontade ler o livro/ ver o filme. me disseram que ambos são meio fraquinhos. =X

    ResponderExcluir
  3. Oi Rose, então realmente essa foi uma das coisas que mais me irritou foi essa naturalidade das pessoas com a situação. É vou tentar o segundo livro para ver se melhora um pouco rs. Bjsss

    ResponderExcluir
  4. É Jeh achei bem fraquinho mesmo, também não tenho muito interesse no filme. Bjssss

    ResponderExcluir