24 de março de 2013

[Eventos] Autores e Ideias – Crônicas



Em um jornal vi a programação deste evento que me chamou atenção. Um encontro com autores que iriam discutir gêneros literários, e com isso decidi começar por um gênero que me intriga e que me agrada apesar de não ter o hábito de lê-lo sempre: a crônica. 
O bate-papo contava com a participação do cronista Humberto Werneck, do jornalista Ivan Marques e mediado por Mona Dorf. 
Logo no começo foi debatida a dificuldade (que fiquei feliz de perceber não ser só minha) de definir o que seria uma crônica.   Muitas citações foram usadas (como a de Cândido, que diz que a crônica “é uma conversa aparentemente fiada”), mas na verdade a definição exata não foi apresentada.  
Apesar de não ter um consenso em relação à definição do gênero o que todos concordaram é que o importante em uma crônica, não é o que é dito, mas sim como é dito, a forma de o escritor montar sua crônica, seu estilo de escrita é bem mais importante do que o tema que ele está tratando. 
Outro ponto apresentado é que a crônica foi um gênero que se adaptou bem ao Brasil, tendo grandes autores nesse estilo como Rubem Braga, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade, entre outros.  
Um das questões abordadas foi o meio de divulgação da crônica, que em sua maioria é pelo jornal, mostrando a ironia desta questão, pois a crônica nasce no jornal, circula no jornal, mas é a negação do jornal pois para este estilo a notícia não é tão importante, a crônica é mais literatura que jornalismo. E seguindo esta questão foi comentado a rotina de um cronista, que devido a periodicidade em que deve produzir (dependendo do meio pode ser semanal ou diário) a busca por um tema é às vezes a grande dificuldade. 
No fim do encontro houve leitura de contos e comentários sobre os livros de Humberto Werneck. 
Para conhecer mais sobre o projeto Autores e Ideias e ver a programação clique aqui

0 comentários:

Postar um comentário