14 de novembro de 2013

[Livro] Os Adoráveis – Sarra Manning

Livro: Os Adoráveis
Titulo Original: Adorkable
Autor: Sarra Manning
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Avaliação: 3/5
Sinopse:
Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ¬ ficaram pela primeira vez.

Comentários:
Minha trajetória de leitura com Os Adoráveis foi um pouco tumultuada, com momentos de altos e baixos, algumas crispadas de nariz, resmungos e passagens que me prenderam e percebi que na verdade minha grande dificuldade foi gerada pela falta de empatia com a história e os personagens não tanto pela narrativa. 
Em Os Adoráveis conhecemos a vida de Jeane, uma adolescente de 17 anos que possui um estilo próprio de vida, de roupas e de atitude e que possui um blog chamado Adorkable que propaga suas crenças e seu estilo de vida além de vários seguidores no twitter. Michael é a representação do adolescente perfeitos das histórias de adolescentes, capitão do time de futebol, presidente de agremiação, bonzinho e mais um bando de qualidades, porém nenhuma que realmente agradasse a Jeane, mas devido a um infortúnio que ocorre com os ex dos dois eles vêm suas vidas se cruzarem mais do que gostariam ou aceitariam. 
Assumo que minhas caras feias se deram logo no início do livro por não conseguir me conectar com Jeane, entendi seu estilo de vida e seus protestos mas simplesmente não consegui me conectar com ela. Jeane se veste de forma chamativa e aleatória a qualquer estipulação da moda, usa roupas extravagantes de brechó e que combinem com seu cabelo (que ela muda de cor ocasionalmente) ela é anti-capitalismo, solitária e de ideais próprios que defende com ardor. Mas tudo isso mostra o quanto Jeane talvez tenha mais falhas em sua vida pessoal que poderia admitir. A postura toda “menino-certinho” de Michael também não me conquistou, na verdade, assim como Jeane, essa postura me irritou. 
Apesar dos comentários anteriores tenho que dizer que a história entre os dois foi bem construída pela autora, eles ainda possuem a confusão adolescente e toda a gama de emoções e sentimentos, os dois não são excessivamente maduros para suas idades (o que é bem mais realista) e ainda estão entre a adolescência e o início da fase adulta, então a autora trabalhou bem com esses aspectos, intercalando momentos de confusão, discussão e interação enquanto ambos tentam conhecer um ao outro e acima disso, se conhecer. 
As partes que mais me prenderam e que me diverti muito foram as interações pela internet, a autora transcreve os twetts e as postagens do blog e isso realmente me ganhou por ficar bem real e a narrativa ficar mais ágil e introduzir o leitor no ambiente virtual descrito. 
Não vou dizer que o livro é ruim ou fazer uma critica negativa, simplesmente percebi que esse não é um livro para mim (nem seria um livro para minha versão adolescente) mas entendo que muitas pessoas irão se identificar e adorar o livro.

2 comentários:

  1. Muito fofo! Adorei o livro e me diverti com esta dupla. Só não gostei da capa que não tem nada de parecido com a descrição do Michael.
    BJs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Verdade Rose, também não gostei muito da capa :( Bjsss

    ResponderExcluir