3 de abril de 2014

[Filme] Valente



Título original: Brave
Duração: 95 min.
Direção: Mark Andrews e Brenda Chapman
Roteiro: Brenda Chapman
Distribuidora: Disney
Ano: 2014
Avaliação: 5/5
Sinopse: A jovem princesa Merida foi criada pela mãe para ser a sucessora perfeita ao cargo de rainha, seguindo a etiqueta e os costumes do reino. Mas a garota dos cabelos rebeldes não tem a menor vocação para esta vida traçada, preferindo cavalgar pelas planícies selvagens da Escócia e praticar o seu esporte favorito, o tiro ao arco. Quando uma competição é organizada contra a sua vontade, para escolher seu futuro marido, Merida decide recorrer à ajuda de uma bruxa, a quem pede que sua mãe mude. Mas quando o feitiço surte efeito, a transformação da rainha não é exatamente o que Merida imaginava... Agora caberá à jovem ajudar a sua mãe e impedir que o reino entre em guerra com os povos vizinhos. (Fonte: AdoroCinema)

Comentários: 
Sinceramente não sei por que demorei tanto para assistir esse desenho, Merida decididamente é uma das minhas princesas preferidas até agora (só está junto com a Bela do Bela e a Fera). 
Toda a animação é muito bem feita e inovadora, primeiro por explorar um ambiente diferente, afinal agora a história se passa nos tempos ancestrais nas Terras Altas da Escócia e posso dizer que só esse elemento foi um dos grandes atrativos de toda a história já que explora bem os costumes, um reinado com um rei barulhento, lordes guerreiros e muita gaita de foles. 

Merida é uma princesa filha do rei Fergus, que teve um encontro com um urso uma vez e isso o marcou para sempre, diferente dos reis já tratados em desenhos anteriores este é brincalhão, fala alto e adora uma luta. Merida também é filha da rainha Elinor, o oposto de seu marido, ela se comporta como uma rainha, mantendo todas as regras e sendo quem na verdade mantém a ordem do reino. Elinor ensina sua filha a ser como ela, uma futura grande rainha e para isso ela terá que casar com um dos filhos dos lordes, porém Merida não quer seguir os planos de sua mãe, na verdade ela quer sua liberdade e irá tentar lutar por ela. 
A caracterização de todos os personagens é muito bem feita, desde os três irmãos pestes, o rei e a rainha mas principalmente Merida, ela foge totalmente do estereótipo da princesa, ela é uma arqueira e lutadora, possui os cabelos que são impossível de serem domados e quer sua liberdade antes de querer um casamento, simplesmente a adorei. 

Porém o que mais me encantou nessa história toda é que não se trata da busca pelo príncipe, mas sim da relação ente Merida e Elinor, o conflito de gerações e o amor entre uma mãe e uma filha independente das diferenças. 
Merida, você me representa. 


1 comentários:

  1. Oi Dani, gostei muitas desta pimentinha com cabelos de fogo. O conflito de gerações foi muito bem explicado e no fim, o amor supera estes conflitos.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir