12 de junho de 2014

É tetra, é tetra...


 E hoje eu tenho vários motivos para estar feliz: o dia dos namorados (sim, esse é um), o começo da copa (hum, esse não- mas não resisti a piada do título), mas, principalmente, hoje meu filhote, minha cria, minha representação pessoal, enfim, esse espaço amado em que escrevo minhas loucuras faz quatro anos de história. 
O que eu poderia dizer a não ser que tenho todos os motivos para comemorar? Comecei o blog em um momento em que tinha visto alguns outros blogs literários surgirem e pensei “Por que não?” e com isso nasceu o Olhos de Ressaca, de uma paixão minha pela literatura e pela vontade de transmitir tudo o que eu poderia sobre esse mundo. 

Depois, muitas águas passaram nesse rio, o blog mudou de layout e de perspectiva, comecei a falar de outras coisas e sorrateiramente outras paixões invadiram e tomaram seus espaços, os filmes, séries, teatros, eventos e dicas. Com isso o blog ganhou um pedaço maior de mim, e isso se tornou mais latente quando comecei a publicar alguns textos meus, pequenos excertos da minha mente sem muito sentido, mas que mesmo assim são criações minhas. 

E como sempre afirmei e acabei de dizer, o blog hoje é um espelho de mim e, como também estou em uma fase de mudanças, ele também está e a maior de todas até então: o meu pequeno Olhos de Ressaca, que sempre me serviu tão bem, não conseguia mais representar tudo o que eu queria passar, e por esse e outros motivos o blog mudou de nome (e de url também). Hoje ele é o Vintecinco Devaneios, e com isso ele traz em seu título tudo o que quero, o que sou, em minha essência, devaneando sobre o que me rodeia. Eu e a Jéssica (colaboradora), que em vários momentos tem uma opinião tão parecida com a minha, que tem seu espaço tão merecido aqui, e em suas opiniões contrárias ela é meu contraponto. Ainda estou me adaptando e tentando organizar os detalhes dessa mudança (os links, a página do face, o feed, entre outros) mas não poderia pedir melhor presente do que esse, a evolução e a solidificação desse espaço que gosto tanto. 

1 comentários: