30 de setembro de 2014

[Filme] Lucy



Título original: LucyDuração: 91 min.
Direção: Luc Besson
Roteiro: Luc Besson
Distribuidora: Universal
Ano: 2014
Avaliação: 2/5
Sinopse:Quando a inocente jovem Lucy (Scarlett Johansson) aceita transportar drogas dentro do seu estômago, ela não conhece muito bem os riscos que corre. Por acaso, ela acaba absorvendo as drogas, e um efeito inesperado acontece: Lucy ganha poderes sobre-humanos, incluindo a telecinesia, a ausência de dor e a capacidade de adquirir conhecimento instantaneamente. (Fonte: AdoroCinema)

Comentários:
Sabe aquele filme que tinha muito para dar certo, que o trailer foi legal, as expectativas estavam boas, os atores ajudavam, e simplesmente não foi, então, esse foi o meu caso com Lucy. 

Assim que vi os trailers fiquei bem curiosa com a história apresentada nesse filme, o que aconteceria de alguém conseguisse usar 100% da sua capacidade cerebral, quais seriam as alterações? De que uma pessoa seria capaz? Muita coisa que poderia ser bem explorada e trabalhada, mas, em minha opinião, não foi. 
Logo no começo o filme já se mostra um pouco confuso e fora de foco, intercalando cenas com Scarlett Johansson enfrentando a máfia em um transporte de drogas, Morgan Freeman um professor que estuda a evolução do cérebro humano e cenas no estilo documentários do Discovery para explicar, intercalar ou simplesmente fazer parte da cena. 

O enredo não me convenceu, e não estou nem falando dá parte da ficção científica, mas sim como um todo (apesar de essa também não ter me convencido), mas todas as ligações, as motivações, até a sequência dos fatos, simplesmente achei um filme extremamente forçado. 
A máfia usa Lucy para o transporte de drogas, porém em um incidente (que não tem uma motivação explicada) seu corpo acaba absorvendo essa substância que faz com que ela aumente progressivamente e rapidamente sua capacidade cerebral e ela adquiriu capacidades quase equivalentes as de um super-herói, e com isso eu que esperava muitas cenas de ação até percebi que não aconteceria, há apenas umas duas cenas de ação depois é tudo muito rápido devido aos poderes de Lucy. 

O desenvolvimento não me agradou também, as motivações não tinham muito sentido, o vilão sempre ir atrás dela sendo que ele poderia ter várias alternativas, as pessoas que a ajudam sem a conhecerem, sem um motivo realmente válido, tirando o professor, e há vários furos nas cenas que tornaram o filme inverossímil. 
Mas para comentar de algumas coisas que me agradaram, uma delas foi a Scarlett Johansson, gostei de sua interpretação, foi possível ver que ela realmente entrou no papel, e isso salvou um pouco o filme, adoro Morgan Freeman, mas neste filme ele fica em segundo plano em um papel mal explorado. A cena final tem uma sequência que eu gostei bastante, a forma como a evolução foi mostrada realmente foi um recurso muito bonito, mas o final de Lucy me decepcionou. 

Enfim, não gostei desse filme, uma pequena parte se deve às minhas expectativas, porém as constantes falhas e furos do filme fizeram com que eu não conseguisse me convencer com a história. 


0 comentários:

Postar um comentário