26 de setembro de 2014

[Livro] Reconstruindo Amelia – Kimberly McCreight


Livro: Reconstruindo Amelia
Titulo Original: Reconstructing Amelia
Autor: Kimberly McCreight
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Avaliação: 4/5
Sinopse:Kate Baron, uma bem-sucedida advo­gada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema. Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição?
Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas.
Amelia está morta.
Aparentemente incapaz de lidar com a suspensão, a garota subiu no telhado e se jogou. O atraso de Kate para chegar a Grace Hall foi tempo suficiente para o suicídio. Pelo menos essa é a versão do colégio e da polícia.
Em choque, Kate tenta compreender por que Amelia decidiu pôr fim à própria vida. Por tantos anos, as duas sempre estiveram unidas para enfrentar qualquer problema. Por que aquele ato impulsivo agora?
Suas convicções sobre a tragédia e a pró­pria filha estão prestes a mudar quan­do, pouco tempo depois do funeral, ela recebe uma mensagem de texto no celular:
Amelia não pulou.
Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Fa­cebook da filha, Reconstruindo Amelia é um thriller empolgante que vai surpreender o leitor até a última página. (Fonte: Skoob)

Comentários:
Reconstruindo Amelia foi um livro que despertou minha curiosidade já pela sinopse, achei uma abordagem pesada e tensa, uma mãe descobrindo a verdade sobre sua filha após seu suposto suicídio. Um tema forte que é bem conduzido na obra de Kimberly McCreight.
No início eu já imaginara que a história seria intensa, e confirmei minha teoria, Kate é uma mãe solteira e muito comprometida com seu trabalho, chegando a ter dificuldades em ser uma mãe sempre presente, sua filha Amelia é um exemplo de adolescente, consegue entender Kate e apesar de algumas atitudes que a mãe considerou típicas da idade ela sempre foi um orgulho. Em um dia de trabalho turbulento Kate é chamada pela escola de Amelia pois essa tinha sofrido uma sanção da escola, porém acabou se atrasando e ao chegar lá descobriu que sua filha estava morta, teria se jogado do telhado, e deste ponto para frente o livro passa por reviravoltas e momentos intensos. 
A narrativa de Kimberly foi uma boa escolha para essa abordagem, pois trás os pontos de vista de Kate e Amelia além de alguns trechos com post de um blog, postagem de facebook, email e troca de mensagens. Essa escolha possibilitou que eu conseguisse entrar na história, pois foi possível acompanhar toda a busca e agonia de Kate para poder entender o que aconteceu com sua filha e também tudo o que realmente tinha se passado com Amelia, como ela tinha se sentido e como as mudanças que ocorrerão em seus últimos tempos alteraram toda a sua vida. 

“ – Eu não sei o que ela estaria fazendo com eles – disse Seth.  – Mas sei que nada do que a Amelia pudesse ter lido mudaria o amor que sentia por você.  Ela a amava, Kate. Amava você de verdade. 
– Então por que eu me sinto pior ainda? 
Seth estendeu as mãos e as pôs sobre as de Kate.
– Porque mesmo assim ela não vai voltar.” p. 86

O livro me envolveu como não imaginei que aconteceria, quando menos esperei estava especulando o que teria acontecido com Amelia ou quem seria seu pai. A trama vai se desenrolando aos poucos, mostrando através da investigação de Kate como a vida de sua filha realmente estava, e quanto mais Kate descobre mais o leitor se aprofunda na narrativa de Amelia e consegue entender realmente tudo o que aconteceu, com isso a história e recheada de surpresas e reviravoltas que por fim ligam todas as pontas soltas. 
Os personagens são bem explorados, o sofrimento de Kate é palpável e sua busca desenfreada que além de ser uma investigação é um modo de conseguir diminuir, nem que seja um pouco, a dor e a perda de sua filha, além de explicar os porquês. Amelia é uma adolescente bem construída assim como seu universo, tratando a busca pela identidade, pelo autoconhecimento, pela amizade e pelo amor, mesmo sendo uma adolescente padrão ela não está livre dos dramas e problemas de sua idade. 
Um grande mérito que quero dar a autora foi a abordagem de assuntos complicados, porém que não podem ser omissos, ela trouxe o estereótipo da mãe que se divide entre o trabalho e os filhos, os confrontos adolescentes, o bullying, a descoberta sexual, o uso da rede pelos adolescentes, a busca da identidade, entre tantos outros. Posso dizer que nem todos os assuntos tiveram um grande aprofundamento, mas todos foram tratados com o respeito e sinceridade necessários, e por mais esse motivo Reconstruindo Amelia foi um livro que me agradou muito, com uma narrativa diferente e que trata de assuntos tão próximos de nossa vida atual. 

0 comentários:

Postar um comentário