28 de outubro de 2014

[Filme] O Melhor de Mim


Título original: The Best of Me
Duração: 117 min.
Direção: Michael Hoffman
Roteiro: Michael Hoffman, Will Fetters e J. Mills Goodloe / Nicholas Sparks (autor da obra original)
Distribuidora: Imagem Filmes
Ano: 2014
Avaliação: 3/5
Sinopse:Adolescentes, Amanda (Liana Liberato) e Dawson (Luke Bracey) se apaixonam. O pai da garota não aprova o relacionamento e, com o passar do tempo, os jovens acabam se afastando e tomando rumos diferentes. Duas décadas mais tarde um funeral faz com que os dois (Michelle Monaghan e James Marsden) voltem à cidade natal e se reencontrem. É o momento de ver se os sentimentos persistem e avaliar as decisões que tomaram na vida.

Comentários:
Como cortesia da editora Arqueiro fui assistir a cabine do filme O Melhor de Mim e surpreendentemente eu gostei. 
A parte da surpresa é que apesar de adorar um bom drama não sou tão fã de um romance mais meloso, porém nesse filme a dosagem não me incomodou. 

Começamos com Amanda e Dawson, personagens com vidas diferentes, mas que possuem uma ligação no passado e que devido a um acontecimento se encontram anos depois, com isso têm que reviver questões mal resolvidas em suas vidas. 

O filme vai intercalar momentos entre o passado dos dois construindo suas histórias e criando suas identidades e cenas do presente que contrasta com o relacionamento anterior, hoje são quase dois estranhos, mas com vínculos muito fortes. Conforme ambas as histórias vão evoluindo podemos perceber também a evolução do casal em ambos os tempos. 

O enredo é previsível porém bem construído, o romance e os personagens possuem vários elementos clichês mas isso não desmerece o conjunto, pois apesar de não trazer tantos fatos inovadores ele trata com competência o que se propõe a contar. A única parte que a “rotina” pode vir a atrapalhar é que esse é mais um filme adaptado de uma obra de Nicholas Sparks o que tira a surpresa de alguns acontecimentos. 
Os personagens foram bem construídos, como comentei com algumas amigas após a exibição, preferi mais a interação do casal mais novo, eles se entrosavam melhor e mais naturalmente, mas o trabalho de Michelle Monaghan e James Marsden também é bom. 

Não li o livro para poder comentar sobre a adaptação. Um romance gostoso e tocante para quem gosta do gênero. 


0 comentários:

Postar um comentário