21 de novembro de 2014

[Livro] A Canção de Aquiles – Madeline Miller


Livro: A Canção de Aquiles
Titulo Original: The Song of Achilles
Autor: Madeline Miller
Editora: Jangada
Ano: 2013
Avaliação: 5/5
Sinopse:Baseada na Ilíada, esta obra é uma reconstituição da épica Guerra de Troia. O tímido príncipe Pátroclo é exilado no reino de Fítia, onde cresce à sombra do rei Peleu e de seu extraordinário filho, Aquiles. Apesar de suas diferenças, os meninos logo se tornam companheiros inseparáveis. Os laços entre eles se aprofundam à medida que se tornam adolescentes e hábeis nas artes da guerra e da medicina – para desagrado e irritação da mãe de Aquiles, Tétis, uma cruel deusa marinha que odeia os mortais. Quando se espalha a notícia de que Helena de Esparta foi raptada, os homens da Grécia, ligados por um juramento de sangue, têm de partir para invadir Troia e salvar Helena. Seduzido pela promessa de um destino glorioso, Aquiles junta-se à causa. Pátroclo, dividido entre o afeto e o temor por seu amigo, acompanha-o. Mal sabem eles que os deuses do destino os colocarão à prova como nunca antes, exigindo deles um terrível sacrifício.

Comentários:  
Quando decidi ler A Canção de Aquiles não sabia muito o que esperar desse livro a não ser que era uma obra baseada na Ilíada (poema épico de Homero que narra os acontecimentos da Guerra de Tróia) e isso por si só já era um bom atrativo para que eu iniciasse a leitura. 
Um diferencial do livro é que sua narrativa é feita pelo ponto de vista de Pátroclo, filho do rei Menécio, porém foi exilado de seu reino e vai morar em Fítia, onde conhece Aquiles, filho do rei Pelei e da deusa marinha Tétis e com ele segue sua história até os grandes acontecimentos da Guerra de Troia. 
A história segue desde a infância dos personagens, suas vidas no palácio, as brincadeiras e suas aulas, acompanhamos seu crescimento e amadurecimento, seus treinos e aprendizados mais profundos e chegamos a sua fase adulta, banhada a sangue e suor das lutas e com tudo isso é bem nítido o amadurecimento e o crescimento deles, como Aquiles se torna a lenda que representa e a participação de Pátroclo em sua vida.  Os personagens são muito bem fundamentados e caracterizados, tanto os principais como aqueles que a autora também traz da Iliada (os reis, os deuses, os heróis) mesmo sendo uma obra baseada é possível ver o cuidado para que o livro não se distancie muito de sua fonte. Os reis e deuses possuem características únicas e possuem participação importante durante toda a narrativa. 
A escrita de Madeline Miller é suave, mas envolvente, ela descreve com delicadeza o relacionamento de Aquiles e Pátroclo, tem uma estrutura linear ao acompanhar o crescimento de seus personagens e mesmo durante as cenas de batalha (regadas a sangue e lanças) sua suavidade ainda pode ser percebida, os recursos usados para descrever o jogo político dos reis durante a guerra e suas motivações  são leves, mas claros. 
Um livro que adorei, pois uma das surpresas que mais me cativou foi que apesar de a obra ter a Guerra de Troia como o ponto ápice da história, ela é muito mais que batalhas, morte e sangue. É sobre pessoas, relacionamentos, sentimentos, glória e honra. 
Ps: só um fato engraçado que durante a leitura toda vez que descreviam Aquiles eu lembrava do Brad Pitt (ele fez papel de Aquiles no filme Troia) não conseguia imaginar outro personagem rs. 

0 comentários:

Postar um comentário