8 de janeiro de 2015

[Filme] O Hobbit: A batalha dos cinco exércitos



Sinopse: Após ser expulso da montanha de Erebor, o dragão Smaug ataca com fúria a cidade dos homens que fica próxima ao local. Após muita destruição, Bard (Luke Evans) consegue derrotá-lo. Não demora muito para que a queda de Smaug se espalhe, atraindo os mais variados interessados nas riquezas que existem dentro de Erebor. Entretanto, Thorin (Richard Armitage) está disposto a tudo para impedir a entrada de elfos, anões e orcs, ainda mais por ser tomado por uma obsessão crescente pela riqueza à sua volta. Paralelamente a estes eventos, Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) e Gandalf (Ian McKellen) tentam impedir a guerra

Comentários:
Tenho que dizer que qualquer filme com alguma relação às obras de J R Tolkien traz consigo uma grande horda de fãs e com isso muita responsabilidade em suas adaptações. Assim que soube que  O Hobbit, o livro que conta a história da aventura de Bilbo e como ele conseguiu o anel, seria adaptado fiquei instantaneamente empolgada, ai veio a notícia de que essa obra ia ser dividida em três filmes e que sofreria modificações em sua história original, mais rapidamente do que fiquei empolgada anteriormente fiquei com medo e apreensiva em relação ao resultado. O primeiro filme gerou algumas controvérsias, mas mostrou uma produção competente e personagens que marcaram e de personalidade, o segundo filme deu uma continuidade na história, trouxe uma das cenas de ação que mais gosto mas já demonstrou indícios de uma história que estava começando a ser puxada e foi com todas as expectativas que fui assistir ao terceiro e último filme e sai do cinema com duas sensações, a primeira que realmente me empolguei e fiquei e apreensiva nas cenas de ação e a segunda é que nesta parte da trilogia ficou nítido que a história foi estendida demais e com isso a qualidade não foi tão boa.

O filme vai seguir exatamente (bem exatamente) do ponto onde parou, Smaug foi em direção a Cidade do Lago e com isso segue uma boa sequência de ação que dará o desfecho dessa parte, porém isso tudo tem uma duração muito curta que me fez questionar por que essa parte não estava no segundo filme, eu entendo que era preciso deixar um gancho para atrair as pessoas para o próximo porém foi tudo resolvido tão rapidamente que acho que não valeu muito a pena, acho que essa poderia ter sido uma parte melhor elaborada.

Logo depois os acontecimentos tomam um rumo diferente e que propriamente levará aos acontecimentos que dão nome ao filme (A Batalha dos Cinco Exércitos), a atenção é voltada para a montanha e para Thorin, que agora enlouquece com a doença do dragão. Aqui tenho grandes ressalvas também pois toda a situação poderia se resolver mais rápido, porém tudo pareceu muito enrolado e lento e isso gerou aspectos que me incomodaram muito, como takes e close de câmeras desnecessários, diálogos desnecessários (alguns até um pouco pedantes) e sem contar que realmente não gostei da cena da briga de Thorin com sua loucura, acho que poderiam ser usados recursos diferentes. Sem contar que já que era pra enrolar eu queria que a loucura de Thorin fosse melhor explorada, afinal esse é sempre um bom tema para tratar.

Sei que estou reclamando muito, mas claro que o filme traz seus aspectos positivos, as cenas de ação como sempre estão muito bem estruturadas, a fotografia continua muito legal e os personagens continuam inesquecíveis como sempre.

Ps: Sim, ele está montado em um alce!!!!!



O fim, assim como no início do primeiro filme, traz largas referências ao Senhor dos Anéis e encerra a saga de Bilbo. Eu fiquei decepcionada e esperava mais, principalmente porque foi um livro que gostei muito, mas ainda assim sugiro que assistam para que possam ver o final da história de Thorin e Bilbo e todas as ligações com Senhor dos Anéis.



Trilogia O Hobbit: 

Filme 3 – O Hobbit: A batalha dos cinco exércitos


Título original: The Hobbit: The Battle of the Five Armies
Duração: 144 min.
Direção: Peter Jackson
Roteiro: Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson e Guillermo del Toro
Distribuidora: Warner Bros
Ano: 2014
Avaliação: 3/5




0 comentários:

Postar um comentário