25 de julho de 2015

[Evento] 21 Fest Comix – eu fui


Para aqueles que acompanham o blog viram que postei informações sobre um evento que estava bem empolgada para ir, o Fest Comix, atração especializada em quadrinhos e em quase todo o universo nerd que o rodeia, e como prometido, marquei presença na sexta e no domingo, primeiro e último dia do evento. 


Realizado no espaço do imigrante a fest comix tem potencial para se tornar um evento enorme, porém sinto que ela ainda está caminhando para esse rumo, acertando e errando em alguns aspectos. 


























Vamos começar desde o inicio, o transporte para feira estava bem organizado, com vans para levar o público até a feira, com vários veículos e não deixando uma fila muito grande e com muita espera. 

Ao chegar ao local, na retirada das credencias, foi onde tive meu primeiro estranhamento, já que não havia uma conferência ou verificação na hora de pegar a credencial, algo que precisa ser revisto. O segundo, e meu maior estranhamento, foi que a feira estava menor, com menos stands de quadrinhos e poucos stands de variedades como bonecos e camisetas, senti muito a diferença do que encontrei no ano passado, com vários stands e espaços com miniaturas, camisetas, acessórios, sebos etc. Até os próprios espaços pareciam menores, como o palco dos cosplays, o espaço minas nerds e o palco da JBC. 



Um aspecto que fiquei surpresa foi a falta de cosplays que circulavam na feira nos horários em que visitei, até vi alguns estavam circulando, mas eu esperava um número bem maior. 

Agora comentando das coisas que gostei, o espaço dos artistas parecia maior e com vários expositores, dei uma passada rápida pelos corredores e fiquei bem impressionada com alguns trabalhos. O foco no lado feminino prometido ficou por conta do espaço de palestras  minas nerds e que estava bem no meio do evento. 

Um dos meus maiores focos nesse evento, assumo, é a parte das compras, e apesar de não ter garimpado muito nos stands de outras lojas, me esbaldei na parte da Comix, que assumo estava bem completa e com muitas variedades, um grande número de mangás com bom preços e edições da Marvel e da DC além de outras editoras. Assumo que alguns encadernados estavam com um preço bem salgado, como algumas edições definitivas, Sandman, entre outros, mas caso o foco não estivesse apenas nesse tipo de HQ você poderia sair com a cesta bem cheia (eu). 


























Outro ponto forte dessa feira é a parte de autógrafos, porém eu não tentei me aventurar em nenhuma fila, mas a colaboradora do blog, Josy, se aventurou e, a baixo, um pouco sobre o que ela achou da experiência: 

Foto da Josy da fila de autógrafos


“Todos os autores do projeto Graphic MSP estavam presentes na mesa para autógrafos e a fila dos irmãos Lu e Vitor Cafaggi, autores de ‘Turma da Mônica – Laços’ e do lançamento ‘Turma da Mônica – Lições’, era de longe a maior e mais demorada. Meu tempo de espera foi de pouco mais de 2h e mesmo quando consegui a fila deles simplesmente parecia não diminuir. O casal Cristina Eiko e Paulo Crumbim, de ‘Penadinho – Vida’, logo se tornou a segunda fila mais concorrida da mesa e ainda assim estava rápida se comparada à primeira. Fiz um acordo com o rapaz que estava na minha frente e nos revezamos nas filas dos outros autores, que em geral possuíam pouquíssimas pessoas e não demorava mais de 10 minutos em cada, enquanto não chegava a nossa vez com os irmãos Cafaggi.
Todos os autores foram muito atenciosos (Cristina Eiko se levantava da mesa para cumprimentar cada novo leitor) e toda a espera valeu a pena. Apenas me faltou o autógrafo de Shiko, autor de ‘Piteco-Ingá’, que estava fazendo sua sessão no stand da Mino, pois dei o azar de ir atrás dele justo em seu horário de almoço.” 

Com essas impressões vou finalizar dizendo que apesar de ter sido inferior a do ano passado a Fest Comix é um evento com grande potencial, e acredito que no ano que vem (espero que não concorra a data com a Anime Friends como aconteceu agora) eles irão melhorar todos os pontos que tratei nesse post. E acima de tudo vou dizer que me diverti, comprei e saí com minhas sacolas na mão mais feliz do que entrei. 

minhas aquisições

2 comentários:

  1. Oi Dani,, Josy, estranho mesmo não verificarem credenciais, isso seria o básico. Uma pena que de alguma forma as coisas pareceram menores este ano.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ro, realmente foi bem estranho não verificarem as credenciais, mas espero que isso e o tamanho da feira sejam melhorados no ano que vem, gosto muito desse evento. Bjss :)

      Excluir