26 de dezembro de 2015

[Livro] Redoma – Meg Wolitzer


Sinopse:
Considerado o melhor livro jovem de 2014 pela Time se inspira no clássico autobiográfico de Sylvia Plath para falar sobre a dor da perda e a busca pela aceitação na adolescência
Se a vida fosse justa, Jam Gallahue estaria vivendo sua vida tranquila em Nova Jersey, assistindo a séries de comédia e abraçando seu namorado, Reeve Maxfield. Ela não estaria infeliz e sem vontade de se levantar da cama, nem estaria em um internato para adolescentes “emocionalmente frágeis”, com uma colega de quarto esquisita. Mas a vida não é justa, Jam perdeu seu primeiro amor e está completamente perdida.
A mudança de escola parece a única possibilidade de recuperação para a garota, que passou quase um ano mergulhada em tristeza. No entanto, ela odeia a nova rotina e decide levar tudo com o menor esforço possível. Por isso, Jam fica bastante surpresa quando descobre que foi selecionada para a exclusiva e lendária aula de “Tópicos Especiais em Inglês”, da misteriosa Sra. Quenell.A turma tem mais quatro estudantes, todos com histórico de traumas ainda piores que os de Jam. Mesmo assim, a professora parece não se importar com a fragilidade de seus alunos quando escolhe o livro que trabalhará durante o semestre: A redoma de vidro, de Sylvia Plath. (Fonte: Skoob) 

Comentários:
Redoma nasceu de uma ideia muito boa, usar um livro clássico como base para uma nova história, um enredo jovem, mas que vai falar de temas profundos, como depressão e distúrbios em adolescentes. 

O livro vai contar a história de Jam, que após um trauma em sua vida é enviada pelos pais para o Celeiro, uma escola para adolescentes frágeis e com problemas emocionais. 

Enfrentando a depressão Jam terá que lidar com uma mudança brusca de ambiente e um convite inusitado: ela foi convocada para participar da aula de Tópicos Especiais em Inglês (uma aula super valorizada em que apenas um seleto grupo de alunos pode participar). Lá ela e mais quatro adolescentes irão estudar Sylvia Plath enquanto uma coisa fora da realidade acontece com eles e os ajudam a trabalhar seus traumas. 

Agora comentando minha opinião sobre o livro, a ideia de base da história me encantou, o fato de usarem Sylvia Plath e sua obra A Redoma de Vidro como pano de fundo da trama chamou minha atenção de imediato, porém a leitura não me amarrou como eu achei que faria. 

O problema não foi o enredo, porém eu não consegui me conectar com Jam e sua história. Enquanto os outros adolescentes tinham dramas que tocavam meu coração, não conseguia criar empatia pela Jam, acho que se na verdade o livro fosse contado pelo ponto de vista de algum dos outros adolescentes eu teria gostado mais. 

O livro vai trazer temas fortes e confrontar o leitor com eles, porém acho que ele poderia ter se aprofundado mais em cada uma das histórias, mas o foco era quase todo em Jam e em seu sofrimento. 

Mas falando de um ponto positivo da história, ela vai tratar de um assunto tão atual quanto importante que é a depressão nos jovens, e ao decorrer da leitura é possível perceber como cada um deles lidou com seu trauma, e como, por fim, eles tiveram que aprender a viver. Nos dias de hoje esse é um debate importante e o livro pode ser uma porta de abertura para poder tratar desse assunto.  

Título Original: Belzhar
Autor: Meg Wolitzer
Editora: GloboAlt
Ano: 2015
Número de páginas: 287

4 comentários:

  1. Oi, Dani.
    Comprei esse livro na Festa do Livro da USP e estou animada para ler.
    Depois de ler a sua resenha, vou diminuir minhas expectativas, mas mesmo assim quero ler!!!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camis, leia sim, é sempre bom ter um outro ponto de vista da história. Bjsss

      Excluir
  2. Oi Dani, que pena que não foi tudo isso que você esperava, mas acontece. Eu ainda não o li, mas não estou com vontade de ler no momento.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rose, realmente isso acontece mesmo, mas se não lermos não iremos descobrir novas histórias :) Bjss

      Excluir