11 de dezembro de 2015

[Tag] Doenças Literárias


Depois de muito tempo decidi fazer uma Tag, afinal é um dos post que mais gosto de ler/ver em outros sites então aproveitando o embalo aproveitei para fazer uma Tag que fui indicada há algum tempo pela amiga querida Paty do blog Lendo e Escrevendo. 


Qualquer um da série dos Hathaways, uma série de romance da Lisa Kleypas que irá contar as histórias amorosas de cada um dos irmãos Hathaways, eu adorei essa série, regada a romance, personagens fortes, homens encantadores, cenas hot e boas tramas, pra quem quer um bom romance pra aliviar a vida. 













Fiquei pensando nessa categoria, olhei minhas leituras até que me toquei que tem um que com certeza não vou ler de novo, e esse é o Marley e Eu. Calma, o livro não é ruim, a história é fofa, e Marley me ganhou, mas não vou reler pois sou extremamente fraca para histórias que envolvam animais, não consigo ver nada de ruim que possa acontecer a um bichinho, me sinto mal e acabo não aproveitando, então esse é um livro que apesar de não ter sido ruim eu não vou ler mais. 




Fiquei pensando o que essa categoria queria dizer, e cheguei a conclusão que seria algo que virou moda, com isso tenho alguns títulos, mas um que quero citar foi um dos primeiros que vi o povo ler no metrô e nas filas de ônibus em peso, e esse foi O Código da Vinci, apesar de muitas críticas à escrita de Dan Brown vou dizer que gostei da leitura, o livro me prendeu nas histórias e no desenvolvimento do mistério e acredito que tenha acabado por contagiar muitas pessoas. 




Aproveitando a sessão recordar é viver quero falar de um livro que li anos atrás e que até hoje a sensação de empolgação ainda não me abandonou apesar de eu não o ter relido ainda, ele também foi uma das minhas primeiras experiências com autor nacional de fantasia, e esse livro é os Sete, do André Vianco, o livro me prendeu de um jeito que virei a noite na leitura. 




Estava dando uma busca no meu Skoob para ver um livro para essa categoria, e queria um que eu não lembrasse de nada da história até que vi um que apesar de eu ter avaliado bem eu não lembro nada e sinceramente não sei o porquê de tal esquecimento, acabei de dar esse livro de presente para uma amiga pois não vou continuar a série, por isso vou esperar ela ler para que contar a história. 




Aqui nem tive dúvida em indicar Tigana, e acho que por um tempo vou continuar a indicar esse livro. Um enredo muito bem construído com personagens apaixonantes. Uma trama política em um universo fantástico, mas que ainda pode ser totalmente relacionada com o mundo real. Leiam Tigana. 























Harry Potter e as Reliquias da Morte – acompanhei a história do Harry desde o primeiro livro, ano após ano esperando lançamentos, morrendo para ler antes que alguém me desse algum spoiler (o que nem sempre deu certo) mas com esse último livro eu tinha todas as expectativas de anos acumulada, comprei na pré-venda e assim que ele chegou passei a viver de suas palavras, se minha mãe não me lembrasse eu não comia, não dormi, não fiz praticamente nada até chegar às últimas linhas, e posso dizer que faz um bom tempo que um livro não me consome dessa maneira. 






Acho que até ler Outlander eu nunca tinha tido um desejo muito forte de viajar ou estar em algum lugar em que a história se passava, mas quando Diana Gabaldon descreveu a Escócia dos anos de 1700 a vontade de conhecer esse lugar se tornou um dos meus objetivos de vida. #partiucraighnadun


Vou deixar indicado para todos que quiserem compartilhar suas doenças também. 

6 comentários:

  1. vou roubaaaaaaaaarrr... em algum momento da vida. rs
    Outlander entraria em várias doenças aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hhahahhaha pode roubar Jeh, nem fala poderia colocar Outlander em quase tudo rs. Bjss

      Excluir
  2. Oi, Dani.
    Eu adoro essas Tags e preciso arrumar um tempinho para fazer essa! hehehe
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Camis, nem fala, adoro essas Tags mas tenho uma preguiça rs. Bjsss

      Excluir
  3. Oi Dani, já respondi esta tag também. Não li nada do André Vianco até hoje! Tigana também não li ainda.Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ro, ahh eu achei essa tag muito legal, e quando tiver um tempinho leia Viando e Tigana, é muito bom rs. Bjsss

      Excluir