16 de março de 2016

[Filme] Deadpool


Sinopse: 
Ex-militar e mercenário, Wade Wilson (Ryan Reynolds) é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida. (Fonte: AdoroCinema)

Comentários:
Deadpool foi um filme que me proporcionou diversas emoções, começando pela descrença ao saber que ele seria filmado e, principalmente, que seria interpretado por  Ryan Reynolds (vamos admitir que ele tinha todos os precedentes para essa desconfiança), depois fui movida pela curiosidade ao ver as primeiras imagens de divulgação, logo substituída por uma crescente empolgação quando vi os trailers oficiais e, por fim, uma grande satisfação com o resultado final que conferi no cinema. 


Logo no começo vou deixar claro que não conheço muito do personagem original para poder julgar sua adaptação nesses parâmetros e que quando fui assistir ao filme, apesar de estar bem empolgada, não tinha grandes expectativas o que me ajudou a ficar encantada e achar graça de muita coisa. 

O longa vai mostrar a história de Wade Wilson, que na busca por se curar de uma doença terminal acaba se tornando o Deadpool, um dos melhores anti heróis já apresentados. 

Quero comentar tantas características do filme que tenho medo de acabar me enrolando e não conseguir falar tudo o que achei, mas vamos tentar. 

A primeira, grande e importante característica, percebida logo nos créditos de abertura, é o humor, baseado em piadas (em sua grande maioria nem sempre tão elaboradas) e uma enorme dose de deboche, tanto com a história quanto com sua própria produção. Esse tom sarcástico e engraçado é a força motriz desse filme e que está bem trabalhada. 

Outro ponto é sua construção, o filme não é linear, intercalando momentos presentes com histórias passadas, o que foi uma boa sacada, já que poupou quem estava assistindo da sensação dos primeiros minutos “explicativos” desse tipo de filme. Outro ponto é a quebra da quarta parede, em vários momentos o personagem se refere diretamente para o expectador, um recurso que poderia atrapalhar mas na verdade entra como mais um reforço ao tom do filme. 


Para um filme de super- herói que estava fora do radar, sem uma grande produção, com uma verba não muito generosa, Deadpool foi muito bem sucedido, claro que ele teve pontos que não gostei ou que achei falhos, mas acho que ele mostrou uma nova vertente para essa onda de filmes de quadrinhos.




Título original: Deadpool
Duração: 107 min.
Direção: Tim Miller
Roteiro: Rhett Reese e Paul Wernick
Elenco: Ryan Reynolds, Morena Baccarin, Ed Skrein etc.
Distribuidora: Fox Films
Ano: 2016
Avaliação: 4,5/5

2 comentários:

  1. esqueceu de comentar a trilha sonora do filme! Nunca mais vou ouvir Wham! do mesmo jeito. ahahahahah

    ResponderExcluir
  2. Oi, Dani.
    Esse é um momento super raro em que eu vi o filme que você está comentando! kkkkkk
    Eu gosto muito de filmes baseados em quadrinhos e tenho meu próprio especialista em HQ's aqui em casa!! rs...
    Achei que essa adaptação foi ousada, mas manteve a essência do personagem! Pode não ter sido fiel à história original e tudo mais, mas eu adorei ver o Deadpoll e suas loucuras na telona!
    E aquela cena final, hein?! Dei a maior gargalhada... E uma adolescente que estava atrás de mim falou para a amiga: "Nossa, nem é tão engraçado e a mulher aqui tá rindo horrores"... Aí não me aguentei e disse: "É muito engraçado para quem conhece a referência! Não tenho culpa da sua ignorância!" kkkkkkk
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir