31 de janeiro de 2012

A Mesa Voadora - Luis Fernando Verissimo


Livro: A Mesa Voadora
Autor: Luis Fernando Verissimo
Editora: Objetiva
Ano: 2001

Sinopse:
Luis Fernando Verissimo, autor de 'As mentiras que os homens contam' entre muitos outros, apresenta neste livro 47 crônicas sobre comida e o universo que a circunda. Descreve situações bem humoradas como um churrasco no domingo e um jantar a dois, além de tratar de temas como ressaca, vinhos e pratos variados, compartilhando com o leitor suas memórias gustativas.

Comentários:
Estava sofrendo com um “porre literário”, não conseguia evoluir as minhas leituras e, descompromissadamente, fui ver a lista de livros sugeridos do desafio literário e encontrei o título “A mesa voadora” do Luis Fernando Verissimo e decidi que seria a leitura para curar a estagnação.
Sou suspeita em falar sobre o Verrisimo, gosto dos seus livros e crônicas e adoro o seu estilo de humor, que não é aquele humor que tenta ser forçadamente engraçado que utiliza piadas e estereótipos conhecidos. O humor dele é o tipo mais indireto encontrado em um comentário sobre alguma situação, ou entre vírgulas em uma frase descompromissada, ou no próprio tema de sua escrita. Não é aquele que causa gargalhadas, mas sim o que provoca aquele meio sorriso nos lábios, as sobrancelhas se erguem e os olhos reviram.
Em A mesa voadora Luis transforma gastronomia em literatura e em suas crônicas percebemos que comer pode se tornar uma arte, um estilo de vida. O livro possui 47 crônicas que tratam de vários assuntos sobre comida, bebidas e restaurante. Elas possuem característico tom humorístico do autor e são leves. Como nem tudo são flores, não gostei de todas as histórias e algumas se tornaram até repetitivas porém isso não defini o livro que trata de vários assuntos, desde uma reflexão sobre buffets, passando por uma critica a salsinha chegando ao saudosismo das antigas ressacas e ensinando como se portar em alguns restaurantes. A leitura é rápida para momentos de descontração e risadas.

“Comer é uma forma extrema de possuir o que queremos – seja o fígado ou a coragem do inimigo, quem sabe a carne da pessoa amada. Tudo no sentido figurado, claro.”

“O come e não engorda é meu ídolo. Só não lhe peço autógrafo por inibição. Meu sonho é emagrecer e depois nunca mais engordar, por mais que tente. Quando eu diminuir, quero ser um come e não engorda.” 


24 de janeiro de 2012

[Novidades] Indicados ao Oscar 2012


Oi gente, hoje a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou a lista completa dos indicados ao Oscar 2012. A cerimônia ocorrerá no dia 26 de fevereiro em Los Angeles. Todo o ano eu me proponho a assistir pelo menos os indicados como “Melhor Filme” (e nem sempre consigo), mas como diz aquele velho jargão “sou brasileiro e não desisto nunca” vou tentar esse mais um vez e conforme for assistindo vou divulgando as resenhas.

Veja alguns indicados:


MELHOR FILME
"Cavalo de guerra"
"O artista"
"O homem que mudou o jogo"
"Os descendentes" (trailer ao lado)
"A árvore da vida"
"Meia-noite em Paris"
"História cruzadas"
"A invenção de Hugo Cabret"
"Tão forte e tão perto"  (trailer abaixo)

MELHOR ATOR
Demián Bichir - "A better life"
George Clooney - "Os descendentes"
Jean Dujardin - "O artista"
Gary Oldman - "O espião que sabia demais"
Brad Pitt - "O homem que mudou o jogo"

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Kenneth Branagh - "Sete dias com Marilyn" (trailer ao lado)
Jonah Hill - "O homem que mudou o jogo"
Nick Nolte - "Warrior"
Max Von Sydow - "Tão forte e tão perto"
Christopher Plummer - "Beginners"
Melhor animação
"A Cat in Paris"
"Chico & Rita"
"Kung Fu Panda 2"
"Gato de Botas"
"Rango"

MELHOR ATRIZ
Glenn Close - "Albert Nobbs"
Viola Davis - "Histórias cruzadas"
Rooney Mara - "Os homens que não amavam as mulheres"
Meryl Streep - "A dama de ferro"
Michelle Williams -"Sete dias com Marilyn

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Octavia Spencer - "Histórias cruzadas"
Bérénice Bejo - "O artista"
Jessica Chastain - "Histórias cruzadas"
Janet McTeer - "Albert Nobbs"
Melissa McCarthy - "Missão madrinha de casamento"

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
"O artista"
"Missão madrinha de casamento"
"Margin Call"
"Meia-noite em Paris"
"A separação"
Trilha sonora original
"As aventura de Tintim" - John Williams
"O Artista" - Ludovic Bource
"A invenção de Hugo Cabret" - Howard Shore
"O espião que sabia demais" - Alberto Iglesias
"Cavalo de guerra" - John Williams

DIRETOR
Michel Hazanavicius - "O artista"
Alexander Payne - "Os descendentes"
Martin Scorsese - "A invenção de Hugo Cabret"
Woody Allen - "Meia-noite em Paris"
Terrence Malick - "A árvore da vida"


MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
"Bullhead" - Bélgica
"Footnote" - Israel
"In Darkness" - Polônia
"Monsieur Lazhar" - Canadá
"Separação" - Irã

ROTEIRO ADAPTADO
"Os descendentes"
"A invenção de Hugo Cabret"
"Tudo pelo poder"
"O homem que mudou o jogo"
"O espião que sabia demais"

18 de janeiro de 2012

Julie & Julia - Julie Powell


Livro: Julie & Julia
Autor: Julie Powell
Editora: Record
Ano: 2009

Sinopse:
A desafiante:
A Desafiante: Julie Powell, prestes a completar 30 anos, presa a um emprego sem perspectivas e em busca de um novo rumo para sua vida.
O Mito: Julia Child, autora do livro de receitas que apresentou as maravilhas da culinária francesa às donas de casa norte-americanas.
O Desafio: Preparar todas as 524 receitas de Mastering the Art of French Cooking, o livro clássico de Julia Child, em apenas um ano - e sobreviver para contar a história.

Comentários:
Julie & Julia foi um livro que me divertiu.
Julie & Julia foi meu primeiro livro para o desafio literário, o que encarei realmente como um desafio, afinal eu, com minha total falta de habilidade culinária, nunca tinha pensado em ler uma história com o tema gastronômico.
O livro conta sobre Julie, uma secretária de uma repartição pública, chegando aos trinta anos, com um dilema sobre gravidez e que acabou de mudar de casa. Desgostosa com o que esta passando percebe que não esta feliz e decide, em um rompante, fazer algo que desse mais sentido a sua vida. Assim ela iniciou o projeto Julie/Julia, em que ela, Julie Powell, se propõe a fazer todas as 524 receitas do livro “Mastering the Art of French Coking”, de Julia Child, em um ano. Este projeto acaba tomando mais a vida de Julie do que ela poderia imaginar, ela se envolve tanto que as receitas acabam tendo relação com os momentos do seu dia a dia e com as pessoas á sua volta, como seu marido e suas amigas, pois no fundo Julie começa a guiar a sua vida pelo projeto.
A narração é feita por Julie o que rendeu um toque muito descontraído. Há momentos muito engraçados no livro como as crises da protagonista e poder acompanhar sua linha de pensamento em algumas situações. O livro intercala a parte de Julie com cartas que Paul, marido de Julia, escreveu e essas cartas possuem uma ligação com a história. O livro em si não traz uma história profunda ou algum tipo de romance, na verdade é mais um livro para descontrair e acompanhar a trajetória de uma mulher que decidiu fazer um projeto para poder animar um pouco sua vida. Uma das coisas que também gostei do livro que além da parte culinária o texto aborda de um jeito legal o que é ter um blog e como isso pode afetar a vida de alguém. Adorei esse primeiro livro do desafio literário e estou ansiosa pelos próximos. 

 “Eu ia comer muita comida francesa, escrever a respeito disso e além de tudo iria receber elogios de pessoas desconhecidas por isso. Eric tinha razão, Ia ser o máximo!” pg. 51

15 de janeiro de 2012

[Musical] Cabaret


Fico feliz em poder fazer mais uma resenha de musical, e o escolhido dessa vez é o Cabaret.

O musical conta a história de Sally Bowles, interpretada por Claudia Raia, uma dançarina de um cabaré, o Kit Kat Club, na Berlim de 1931 que se envolve com um escritor americano, Cliff Bradshaw (papel de Guilherme Magon). A história do musical possui vários núcleos de ação interligados, o romance de Sally e do escritor, a vida dos moradores da pensão onde este escritor está hospedado, o início do pensamento nazista e o cabaré que acaba dando a liga para todos os acontecimentos.

A história, baseada no livro “Adeus, Berlim” de Christopher Isherwood foi interpretada pela primeira vez em um espetáculo da Broadway escrito por Joe Masteroff em 1966. Depois foi para o cinema em um filme com o mesmo nome interpretado por Liza Minnelli em 1972. Na versão brasileira a adaptação das musicas e do texto é feita por Miguel Falabella e direção é de José Possi Neto.

O musical está muito bem montado, as músicas ficaram lindas e os atores estavam muito bons, o figurino e a dança passam bem o ambiente de um Cabaré com movimentos sensuais  e provocadores e o figurino consiste basicamente em  muita lingerie. Adorei as músicas e a história como um todo, mas esperava um pouco mais de dança por ser um musical.  É preciso fazer uma ressalva para o personagem MC, que é o mestre de cerimônias e narra partes da história, interpretado por Jarbas Homem de Mello que rouba a cena varias vezes.
Para aqueles que são de São Paulo ou que possuem a oportunidade recomendo que assistam a este espetáculo que esta em cartaz no teatro Procópio Ferreira (Rua Augusta, 2.823). Quinta-feira: às 21h. Sexta-feira: às 21h30. Sábado (duas sessões): às 17h e às 21h30. Domingo: às 18h. Saiba mais aqui

Veja um vídeo do espetáculo:


ps: por ser um musical que representa um cabaré com muita sensualidade não recomendo o espetáculo para todas as idades. 

7 de janeiro de 2012

[SORTEIO] Não sou este tipo de garota - Siobhan Vivian


Livro: Não sou este tipo de garota
Autor: Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito
Ano: 2011

Sinopse:
Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? A vida é sobre suas decisões e escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores. Ela ignora os caras populares e babacas da escola, sempre ganha medalhas de honra e está prestes a ser a primeira estudante jovem a ser presidente do conselho estudantil em anos. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Ou sua melhor amiga, que tomou uma decisão idiota que quase arruinou sua vida. Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar. A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre… ou se tornar a melhor escolha que ela já imaginou fazer.

Comentários:
Não sou este tipo de garota foi um livro que me lembrou da adolescência.
Não sou este tipo de garota é um livro que explora bem todo o universo adolescente com os dramas, as confusões e as rotinas de uma escola, porém não foi um livro que me ganhou.
O livro conta a história de Natalie, uma tipica adolescente que segue a linha “perfeita”, centrada nos estudos, que quer concorrer a presidente do conselho estudantil, pensa na faculdade que quer entrar e é a melhor amiga de Autunm, uma menina que era popular porém depois que alguns boatos sobre ela se espalharem acabou se reprimiu e se escondeu. Porém como nem tudo na adolescência é perfeito algumas coisas não acontecem como Nathalie planejou. No primeiro dia de volta as aulas como veterana Natalie encontra Spencer, uma caloura de quem foi babá, e que possui hábitos e atitudes bem diferentes e pouco convencionais. Tudo estava indo bem até que grandes acontecimentos e um garoto confundem a vida de Natalie que não tem mais tanta certeza de que tipo de garota ela é.
A narrativa é leve e fluida (foi o que mais gostei da história) as páginas vão passando sem nem perceber, porém a narrativa em primeira pessoa não me agradou muito principalmente por ser do ponto de vista de Natalie, uma personagem que particularmente não gostei, no começo até comecei a simpatizar com ela mas depois suas atitudes e seus pensamentos começaram e me irritar, mesmo devendo ser uma representação da confusão e insegurança da adolescência Natalie é extremamente insegura, egoísta e infantil, no fim do livro estava mais interessada em outros personagens do que na protagonista da história.

Agora vamos ao sorteio:

O sorteio começa hoje 07/01 e termina em 07/02 e será feito pelo Random

Regras:

1. Ser seguidor deste blog (é só ter uma conta no google/gmail/orkut/twitter que dá para se tornar seguidor, é só clicar no botão SEGUIR no lado direito);
2. Preencher o formulário abaixo;
3. Ter endereço de entrega no Brasil.

Para ter números extras (para cada numero extra preencha o formulário mais uma vez) :

1. Divulgar (blog, twitter, facebook, skoob). Para cada divulgação preencher novamente o formulário. (é só preencher o campo com o link de divuldação)
2. Assinar a newsletter do blog (é só indicar no campo o email que você indicou para receber a newsletter)
3. Seguir o blog pelo networked blogs (é só preenche o campo com o nome de seguidor pelo networked)

Para divulgação no Twitter é OBRIGATÓRIO ser seguidor da @olhos25 e da @Novo_Conceito


Frase para divulgação no twitter (serão permitidos até 10 tweets por dia):

#Promoção Quero ganhar o livro Não sou este tipo de garota que a @olhos25 e a @Novo_Conceito estão sorteando http://migre.me/7rEQG

3 de janeiro de 2012

[Trailer] O Hobbit: Uma Jornada Inesperada


Amo os filmes e o livro Senhor dos Anéis  e fiquei muito feliz com a notícia de que seria feito uma adaptação para o cinema do livro O Hobbit, porém demorou tanto para o projeto tomar forma que até fiquei desanimada, mas finalmente o trailer foi divulgado e a data de estreia será dia 14 de dezembro. O filme será dirigido por Peter Jackson, que também é o diretor da trilogia O Senhor dos Anéis, e será a primeira parte da trama (a adaptação foi dividida em duas partes, o que particularmente esta começando a virar uma tendência das novas produções , mas tudo bem, vou esperar para ver como vai ficar). Mais um filme para a minha lista dos esperados de 2012:



Projeto para o Hobbit: ler o livro antes da estreia do filme. 

1 de janeiro de 2012

Feliz Ano Novo


Oi gente, primeiramente gostaria de desejar um Feliz Ano Novo para todos e dizer que espero que 2012 seja um ano tão cheio de risos e momentos felizes assim como este que passou. 

Para começar bem o ano estou planejando algumas mudanças para o blog, umas eu ainda estou elaborando e outras são relativas à estrutura do blog como, por exemplo, abrir mais espaço para filmes, eventos, séries e musicais e para fazendo jus ao nome do blog ter um espaço para resenha de livros clássicos. Tenho muitos planos para esse ano e que venha 2012