31 de dezembro de 2011

A Esperança - Suzanne Collins

Livro: A Esperança
Autor: Suzanne Collins
Ano: 2011
Editora: Rocco

Sinopse:
Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais de lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra? Acompanhe Katniss até o fim do thriller, numa jornada ao lado mais obscuro da alma humana, em uma luta contra a opressão e a favor da esperança.

Comentários:

ps: essa resenha contém spoilers dos livros anteriores da série (Jogos Vorazes e Em Chamas)

Esperança foi o livro que fechou meu ano.
Estava pensando em que livro eu iria fechar o ano de 2011 que teve ótimas leituras, resolvi fechar o ano com o último livro da série que conquistou um grande espaço no meu coração e posso dizer que apesar de várias coisinhas que me desagradaram durante a leitura não me arrependi em nenhum momento de ter escolhido esse livro.
Em Esperança após Katniss ser resgatada na arena e chegar ao lendário distrito 13 ela descobre que agora é o rosto da revolução,  que não conseguiram resgatar Peeta  que esta nas mãos da Capital e que o Distrito 12, seu lar, foi bombardeado e não existe mais, porém sua família esta a salvo mas com tudo isso ela acaba ficando em pedaços, perdendo o rumo e no meio de toda essa confusão  ela terá que decidir o que fazer agora, contra o que e quem lutar e tentar juntar seus pedaços pois a luta só começou. 
Nesse último livro uma boa parte do romance de Peeta, Katniss e Gale é sacrificado, pois o foco esta todo na revolução e na guerra , gostei bem disso, ficou um livro diferente dos anteriores mas com esse foco senti que a personagem de Katniss perdeu um pouco de sua força, sim ela tinha vários motivos para enfraquecer, mas esperava algumas atitudes diferentes. Gostei do livro, imaginava um desfecho diferente para a história, senti que o final ficou meio corrido, sem muitas explicações em meio ao resto da história. Mas as cenas da revolução, as jogas políticas e tudo o que envolve uma guerra por poder ficou bem representado. Com certeza Jogos Vorazes foi a série que marcou meu ano e espero que 2012 traga uma leitura tão boa como essa foi.

1 -  Jogos Vorazes (resenha)
2 -  Em Chamas (resenha
3 - A Esperança

25 de dezembro de 2011

Em Chamas – Suzanne Collins


Livro: Em Chamas
Autor: Suzanne Collins
Ano: 2011
Editora: Rocco

Sinopse:  
Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Dessa vez, além de lutar por sua própria vida, terá que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem. Mistura de ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia, Em chamas é o segundo volume da bem-sucedida trilogia iniciada com Jogos vorazes, mais novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos. Com mais de quatro milhões de exemplares vendidos apenas nos Estados Unidos e por 130 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times, a trilogia assinada por Suzanne Collins ganhará adaptação para o cinema, com estreia prevista para março de 2012. Katniss e Peeta deveriam estar felizes. Afinal de contas, eles ganharam para si e para suas famílias uma vida de segurança e fartura. Mas há rumores de rebelião entre os distritos, e Katniss e Peeta, para seu horror, são a face da rebelião. A Capital está com raiva. A Capital quer vingança.

Comentários: 

Ps: esta resenha contém spoilers do primeiro livro – Jogos Vorazes. 

Em chamas foi um livro que me tirou o fôlego.
O que posso dizer sobre Em Chamas, o primeiro livro da série já tinha me conquistado um espaço só dele na minha lista de livros favoritos e Em Chamas só veio confirmar isso.
Nesse segundo livro Katniss e Peeta estão de volta ao distrito 12 após vencerem os jogos vorazes de forma inusitada e continuam fingindo serem o casal perfeito para poderem evitar qualquer atrito com a Capital, e para piorar um pouco a situação Katniss tem que conviver com a confusão em seu coração que é dividido entre Gale e Peeta, e também pelo medo de se envolver com qualquer um dos dois. Ela descobre que o ato que praticou para poder sair do jogo viva com Peeta pode ter desencadeado um atrito entre os Distritos e a Capital e que para manter as pessoas que gosta vivas ela vai ter que convencer a todos (sobre ameaças do presidente Snow) sobre seu amor por Peeta e assim tentar conter os desgostosos mas, talvez ela descubra que apenas isso não será o suficiente.
O que posso dizer desse livro, o essencial é que ele é muito bom. A narrativa é em primeira pessoa como no primeiro, mas totalmente envolvente. A história amadureceu, a narrativa ficou mais densa e os personagens ganharam mais profundidade. Tinha medo de Em Chamas não conseguir manter as expectativas criadas em Jogos Vorazes, mas o livro alcança (e em alguns pontos supera) o que era esperado e deixa uma enorme vontade de logo devorar o Esperança (terceiro e último livro da série)

1-      Jogos Vorazes (resenha)
2-      Em Chamas
3-      Esperança

7 de dezembro de 2011

Hathor - Markus Thayer

Livro: Hathor
Autor: Markus Thayer
Ano: 2010
Editora: Novo Século

Sinopse:
Inglaterra, 1856
John McBrian é aluno em uma renomada faculdade de Cambridge. Entretanto, sua vida pacata de estudante está prestes a mudar. O que a princípio parecia ser apenas um trabalho de escola coloca o jovem inglês em extremo perigo.
Um mistério intrigante, fenômenos inexplicáveis e mensagens criptografadas levam John a cruzar o oceano, onde seu destino o aguarda.

Comentários:
Hathor foi um livro que não me ganhou.
A história de Hathor é regada ação, suspense, pitadas de romance e uma mensagem no fim da história, porém o livro não me ganhou por alguns motivos: a narrativa não me prendeu e a história não era o que eu esperava e algumas cenas não encaixaram com o contexto geral, mas vamos à história:
O livro inicia sua narrativa na Inglaterra de 1856 com John McBrian aluno do King’s College que junto ao seu professor Oliver Stwart e seu amigo William Kenward encontraram dentro de um livro antigo uma mensagem em código que poderia indicar algo inovador. Com isso em mãos inicia-se a aventura para conseguir desvendar o que esta escrito na mensagem e com isso ir em busca do que seria um suposto “tesouro”. Isso acaba atraindo outros personagens como Emma a empregada de Oliver e seu namorado que acabam se unindo em uma circunstância bem inusitada (não vou falar para não dar spoiler rs) e atraindo pessoas que não estão com tão boas intenções e todos vão entrar nessa busca por uma descoberta que vai mudar muitas coisas.
Não me estendi muito na história, pois teria o risco de contar algum spoiler o livro possui uma narrativa em terceira pessoa que intercala bem a história dos personagens. O autor valoriza o romance e a lição sobre como o ser humano vem se comportando e onde isso pode acabar levando. Explicando o que disse anteriormente o livro não me agradou muito pois a história não se aprofundava muito nos personagens e nos fatos dando uma sensação de que algumas coisas aconteceram rápido de mais ou não se encaixavam e os conflitos da narrativa não eram tão profundos tornando algumas situações superficiais.

2 de dezembro de 2011

Desafio Literário 2012


Gente, nos outros anos sempre via o Desafio Literário e achava uma idéia muito legal porém nunca participei até que vi a lista do Desafio Literário 2012 e resolvi tentar:
 
  DESAFIO LITERÁRIO 2012
Janeiro - Literatura Gastronômica
Julie & Julia, de Julie Powell (resenha)
A Mesa Voadora - Luis Fernando Verissimo (resenha)

Fevereiro - Nome Próprio (de pessoas)
Coraline, de Neil Gaiman (resenha)
Lucille, de Ludovic Debeurme (resenha)

Março - Serial Killer
O Silêncio dos Inocentes, de Thomas Harris (resenha)

Abril - Escritor(a) oriental
O paciente inglês, de Michael Ondaatje (resenha)

Maio - Fatos Históricos
O menino do pijama listrado, de John Boyne (resenha)

Junho - Viagem no Tempo
A Mulher do Viajante no Tempo, de Audrey Niffenegger (resenha)

Julho - Prêmio Jabuti
Se eu fechar os olhos agora, de Edney Silvestre (resenha)

Agosto - Terror
A Mulher de Preto,Susan Hill  (resenha)

Setembro - Mitologia universal
A Senhora de Avalon, de Marion Zimmer Bradley (resenha)

Outubro - Graphic Novel
V de Vingança, de Alan Moore,de David Lloyd (resenha)

Novembro - Escritor(a) africano
Cotoco, de John van de Ruit (resenha)

Dezembro – Poesia
Clepsidra, de Camilo Pessanha (resenha)

Aqui está toda a lista, estou ansiosa para ler alguns títulos e outros vão ser uma pequena aventura, uma descoberta rs, se houverem mudanças em alguns títulos eu atualizo a lista e aviso.