31 de julho de 2012

Se eu fechar os olhos agora - Edney Silvestre


Livro: Se eu fechar os olhos agora
Autor: Edney Silvestre
Editora: Record
Ano: 2010

Sinopse:
Numa pequena cidade da antiga zona do café fluminense, em abril de 1961, no dia em que Yuri Gagarin saiu da órbita terrestre, descortinando um universo de possibilidades para a humanidade, dois meninos de 12 anos de classe média baixa, um filho de ferroviário, outro de açougueiro, encontram o corpo de uma linda mulher, que foi morta e mutilada, às margens de um lago onde vão fazer gazeta. Eles não aceitam a explicação oficial do crime, segundo a qual o culpado seria o marido, o dentista da cidadezinha, motivado por ciúme. Ele era frágil demais para o ato necessário a tanta devastação. Começam uma investigação ajudados por um velho que mora no asilo da cidade, um ex-preso político da ditadura Vargas. Acabam descobrindo não só a verdade sobre o crime mas também toda a hipocrisia de uma cidade de coronéis que, mesmo numa época em que o Brasil caminha para a industrialização, tentam a qualquer custo manter o poder absoluto. Para os meninos, um terrível caminho de amadurecimento e chegada à vida adulta.

Comentários:
Esse foi um livro que tive um pouco de dificuldade para ler, e sinto que essa era a intenção da narrativa, chocar e criar lacunas onde a leitura se quebrava para dar lugar ao espanto ou a indignação. 
“Se eu fechar os olhos agora” vai contar a história de dois amigos Paulo e Eduardo, duas crianças que moram em uma cidade do interior do Rio de Janeiro e um dia enquanto se divertiam à beira de um lago encontraram o corpo de uma mulher, Anita, que tinha sido brutalmente assassinada e deixada no local. As crianças acabam se tornando suspeitas (de uma forma pouco convincente) deste assassinato até o marido da vítima se entregar à polícia confessando o crime (de uma maneira ainda menos convincente) e isso deixa os garotos intrigados e decidem começar a investigar o caso com a ajuda de um senhor, Ubiratan, eles irão atrás do que realmente aconteceu, porém encontraram situações e segredos que suas mentes, ainda infantis, não conseguem absorver de um todo. Política, sexo, relações sociais e tratamento a mulher, tudo isso está misteriosamente ligado a esse crime. 
Como disse anteriormente tive dificuldades para ler este livro pois a narrativa é feita de ângulos diferentes intercalando o ponto de vista dos garotos, que até um certo estágio mantém sua inocência e falta de malícia porém vão crescendo, amadurecendo durante a história, com o ponto de vista de Ubiratan, um senhor experiente e o do narrador e nesse momento os atos são narrados explicitamente conforme as descobertas são feitas. O livro mostra de uma maneira clara um crime que pode na verdade ser a representação de movimentos e eventos maiores que aconteciam ao Brasil as relações políticas e de poder da época (1961, não tão longe se pensarmos bem) e como as mulheres eram tratadas (no caso maltratadas, não possuíam voz, vontade, em suma, não eram ninguém). Uma leitura densa que não recomendo para todas as idades. 

“Se eu fechar os olhos agora, ainda posso sentir o sangue dela grudado nos meus dedos. E era assim: grudava nos meus dedos como tinha grudado nos cabelos louros dela...” pg 7.

“– Cada vez que eu falo uma coisa para você, você me faz pensar em outra coisa, mais na frente. 
-Que bom. 
-Que bom, por quê? Eu fico com a cabeça cheia de perguntas, só isso.
-Melhor do que ficar com ela cheia de respostas. Boa noite, Paulo.” Pg 210.

24 de julho de 2012

Cidade de Vidro - Cassandra Clare



Livro: Cidade de Vidro

Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record 
Ano: 2011

Sinopse:
Clary está à procura de uma poção para salvar a vida de sua mãe. Para isso, ela deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras, criando um portal sozinha. Só mais uma prova de que seus poderes estão mais sofisticados a cada dia. Para Clary, o perigo que isso representa é tão ou menos assustador quanto o fato de que Jace não a quer por perto. Mas nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastá-la de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe.

Comentários: 

Cuidado, esta resenha pode conter spoilers dos primeiros livros da série:  Cidade dos Ossos e Cidade das Cinzas.

Cidade de Vidro foi o melhor livro que li da série Os Instrumentos Mortais até agora. 
Depois de ler Cidade das Cinzas fiquei um pouco receosa com a história, de que ela seguisse um rumo que não me agradaria muito, focando apenas nos romances, mas Cidade de Vidro me provou o contrário, além da trama se desenvolver com conflitos e dramas o romance ganhou uma profundidade muito maior do que nos outros livros. 
Após a confusão que se desenvolveu em Cidade das Cinzas Clare, Jace e seus amigos já sabem que Valentim está buscando o terceiro instrumento mortal e não está disposto a deixar que nada o detenha. Além disso, Clare descobre que há uma forma de salvar sua mãe e também não medirá esforços para conseguir o seu objetivo, porém para isso ela terá que ir para Idris e procurar um mago. Novos personagens irão aparecer nesse livro e serão parte fundamental da história 
O livro é o maior dos três, porém não se percebe a leitura das 474 páginas pois a história é totalmente envolvente. Nesta parte da narrativa o cenário sofre uma alteração e somos apresentados a Idris, a cidade dos caçadores de sombras, de uma maneira mais aprofundada, o que antes conhecíamos apenas pelos comentários dos personagens agora é explorado e ambienta os acontecimentos. A autora mais uma vez conseguiu amadurecer tanto a história como os personagens, os conflitos são mais complexos e aprofundados as cenas de ação são bem construídas e por mais que uma grande parte da narrativa seja focada em Clare, e conseqüentemente em Jace, é possível ter uma visão bem ampla dos outros personagens que vão ganhando seu espaço deixando assim de serem personagens coadjuvantes para se tornarem peças fundamentais durante toda a trama. Essa foi uma série que comecei a gostar aos pouco, fiquei bem interessada com a história no primeiro livro, o segundo me agradou e o terceiro me ganhou, como disse antes, para mim esse é o melhor livro dessa série e minha expectativa pelos próximos é enorme. 

“As Leis estão mudando. Os velhos caminhos podem nunca mais ser os certos outra vez. Exatamente como a rebelião dos anjos acabou com o mundo como era antes, dividiu o paraíso em dois e criou o inferno, isso poderia significar o fim dos Nephilim como hoje existem. Esta é a nossa guerra no paraíso, vampiro, e só um lado pode vencer. E meu pai pretende que seja o dele.” Pg. 65

1. Cidade dos Ossos (resenha)
2. Cidade das Cinzas (resenha)
3. Cidade de Vidro
4. City of Fallen Angels
5. City of Lost Souls
6. City of Heavenly Fire

12 de julho de 2012

[Evento] Lançamento do livro Laços do Espírito.


Neste sábado ocorrerá na Livraria Cultura do Conjunto Nacional o evento de lançamento de Laços do Espírito, quinto livro da série Academia de Vampiros.

Dia 14 de julho de 2012
Livraria Cultura Conjunto Nacional às 11h00



[Campanha] Doe vida lendo um livro - 2ª Edição



Hoje quero divulgar um evento que apoio e quero sempre ver crescer a cada edição, é a campanha dos blogs Filmes, Livros e Séries e  Sobre Livros: “Doe vida lendo um livro”, que esta em sua segunda edição e tem como objetivo incentivar a doação de sangue. Nesta edição o evento já cresceu e conta com o apoio de várias editoras e escritores. 

O evento será no dia 14 de julho de 2012 e não possui um lugar definido, é só ir ao Hemocentro mais próximo e fazer uma doação. Todos acima de 18 anos estão convidados a participar desta campanha e ajudarem enquanto leêm seus livros.

Pré-requisitos do doador:
  • Levar documento oficial de identidade com foto
  • Estar bem de saúde
  • Ter entre 18 e 65 anos
  • Pesar no mínimo 50 Kg
  • Estar alimentado, evitando apenas alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação
  • Ter dormido por pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas
  • Não ter se exposto a situações de risco para doenças transmissíveis pelo sangue, como: Diversos parceiros sexuais, uso de drogas e relações sexuais com parceiros não habituais sem preservativo (camisinha).
Situações que inviabilizam a doação:
  • Febre
  • Ter sintomas de gripe ou resfriado até 1 semana antes da doação
  • Anemia
  • Gestantes, até 3 meses após parto normal, até 6 meses após parto cesariana, ou se estiver amamentando
  • Aborto impede a doação por 12 semanas
  • Doenças sexualmente transmissíveis somente após 12 meses da cura
  • Homem que tenha doado sangue há menos de 60 dias ou que tenha doador 4 vezes nos últimos 12 meses
  • Mulher que tenha doado sangue há menos de 90 dias ou que tenha doado até 3 vezes nos últimos 12 meses
  • Tatuagem nos últimos 12 meses
  • Tratamento dentário: Período variável de 1 à 7 dias
  • Cirurgia: Período variável de 2 a 6 meses
  • Uso de cocaína inalatória há menos de 1 ano
  • Ter recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses
  • Ter algum dos fatores de risco para AIDS e Hepatite, como por exemplo: relação sexual sem preservativo (camisinha) com parceiro não habitual a menos de 1 ano e pessoas que estiveram presas há menos de 1 ano
  • Alguns tipos de medicamentos e vacinas (lista aqui)
Situações que impedem definitivamente a doação:
  1. Doença renal crônica
  2. Diabetes tipo I e tipo II com lesão vascular
  3. Antecedentes de câncer
  4. Antecedentes de derrame
  5. Uso de drogas injetáveis
  6. Alcoolismo Crônico
  7. Doença de Chagas
  8. Epilepsia após os 2 anos de idade
  9. Hepatite após os 10 anos de idade.
Saiba mais informações sobre essa campanha no blog Filmes, Livros e Séries


11 de julho de 2012

[News] Divulgada a capa de Clockwork Princess


Foi revelada a capa do terceiro livro da trilogia The Infernal Devices da Cassandra Clare:
Clockwork Princess

Essa trilogia usa do mesmo ambiente apresentado na série dos Instrumentos Mortais porém a história se passa na Londres Vitoriana.
Morro de vontade de ler essa trilogia, principalmente porque amei os livros de Instrumentos Mortais.
O lançamento de Clockwork Princess está previsto para março de 2013 (agora só resta esperar)
Veja as capas dos livros anteriores:


 Veja a capa de Anjo Mecânico, o primeiro livro dessa série publicado pela editora Galera Record:


5 de julho de 2012

[Filme] Battleship – Batalha dos Mares


Título original: Battleship
Duração: 113 minutos
Direção: Peter Berg 
Roteiro: Erich Hoeber, Jon Hoeber
Distribuidora: Universal Pictures
Ano: 2012

Comentários: 
Fui ao cinema sem esperar grandes coisas (na verdade sem esperar nada) de Battleship mas acabei tendo uma boa surpresa (principalmente depois da decepção com o filme O Corvo que assisti no mesmo dia)
O filme começa mostrando como vive Hopper (Taylor Kitsch ) um cara sem rumo na vida e age sem pensar (o que renda cenas muito engraçadas no começo do filme quando ele quer impressionar Sam (Brooklyn Decker) ) e cansado de ver o irmão nessa vida sem propósito, Stone (Alexander Skarsgard) leva seu irmão para a marinha, porém mesmo assim ele mantém resquícios do seu gênio difícil. Em um treinamento da marinha é quando começa a ação pois nesse momento a terra é invadida por habitantes de um planeta que a NASA tenta manter contato e, como sempre, eles não querem a paz. 
O filme não tem uma história elaborada, os personagens não são bem trabalhados e não há uma trama complexa, na verdade em grande parte do filme me senti em um jogo de batalha naval contra aliens e tive que superar o fato de a Rihanna ser uma das personagens de destaque, mas as cenas de ação foram bem feitas e realmente geram bons momentos de tensão durante a história. Um filme para um momento de descontração.
Veja o trailer: