31 de dezembro de 2013

[Filme] O Hobbit – A Desolação de Smaug

 Título original: The Hobbit : The Desolation of Smaug
Duração: 161 min
Direção: Peter Jackson
Roteiro: Peter Jackson, Philippa Boyens e Guillermo del Toro
Distribuidora: Warner Bros
Ano:  2013
Avaliação: 5/5
Sinopse: 
Segunda parte da jornada de um hobbit pacato, Bilbo Bolseiro, que é convidado por um mago, Gandalf, a entrar numa aventura como ladrão, com mais 13 anões. Eles precisam roubar Smaug, um dragão que há muito tempo saqueou o reino dos anões do avô de Thorin e que desde então dorme sobre o vasto tesouro. (Fonte: Cinemark)

Comentários: 
Tenho que dizer que esperei quase um ano para assistir a esse filme, a continuação da história de Bilbo e sua jornada junto aos anões e a Gandalf para poder livrar a montanha dos domínios do dragão Smaug. 

Os acontecimentos continuam do ponto em que o primeiro filme parou, mas com alguns acréscimos em que podemos ter várias partes da jornada explicadas, como o porquê que a comitiva de anões precisa de um ladrão e mais sobre o mau que está crescendo. 
Amei esse filme, mesmo com os acréscimos diferentes da história original (como a participação de Legolas e de Tauriel – personagem que nem existe no livro) ficou bem harmonioso e foi possível ver qual é a intenção de Peter Jackson ao fazer o Hobbit em três filmes, pois assim ele ligaria esse enredo ao de Senhor dos Anéis. 

Bilbo e os anões continuam sua jornada para tentar chegar às Montanhas Solitárias e até lá passam por várias aventuras, além de continuarem sendo perseguidos por orcs. Conforme a história vai se passando é possível ver as mudanças dos personagens, como Bilbo vai crescendo e evoluindo e como Thorin vai ficando cada vez mais ganancioso e diferente conforme a perspectiva de reaver seu trono vai ficando mais próxima. 
Como todos os filmes inspirados na obra de Tolkien a fotografia e os efeitos especiais são lindos, a parte gráfica está perfeita, o que dizer de Samaug, o dragão, está totalmente realista e a dublagem de Benedict Cumberbatch foi sensacional. 

Como um todo gostei bastante desse filme, mas deixo duas ressalvas, a primeira é que tinha cenas e diálogos do livro que gostaria muito de ver no filme porém  infelizmente não entraram, mas esse é o fardo de todas as adaptações. A segunda foi o corte final do filme, sei que a história termina com um cliffhanger para o próximo mas tenho que dizer que foi um pouco abrupto (ao ponto de várias pessoas continuarem na sala de cinema para ver se teria mais coisas após os créditos, inclusive eu). 

Agora é mais uma espera de um ano para poder assistir o final dessa saga, que comece a contagem regressiva rs. 

2 comentários:

  1. meu nome é Jão e tenho orgasmos com a voz do dragão, beijos! hahahaha (só pra rimar!)

    ResponderExcluir
  2. Hahahahah adorei Jeh rs, mas a voz do dragão é muito boa rs

    ResponderExcluir