20 de dezembro de 2015

[Livro] Outlander: O resgate no mar – Parte 2 – Diana Gabaldon


Sinopse:
Claire Randall finalmente conseguiu voltar no tempo e reencontrar Jamie Fraser na Escócia do século XVIII, mas sua história está longe do final feliz. O casal terá que superar muitos obstáculos, de fantasmas a perseguições marítimas, mas o principal deles são os vinte anos que se passaram em suas respectivas épocas desde a última vez que se viram. Se a intensa paixão e o desejo entre eles não parecem ter diminuído nem um pouco, o mesmo não se pode dizer sobre a confiança. Jamie agora é um homem endurecido pelo que aconteceu após a Batalha de Culloden. Claire, por sua vez, precisa lidar com o segundo casamento de seu amado e suportar a saudade de Brianna, que ficou sozinha no ano de 1968. A união dos dois será posta à prova quando o sobrinho de Jamie for sequestrado. Juntos, eles precisarão singrar pelos mares e cruzar as Índias Ocidentais para resgatá-lo, provando mais uma vez que nada é capaz de deter uma história de amor que vence as fronteiras do tempo e do espaço. (Fonte: Skoob) 

Comentários:
Para quem já acompanhou as resenhas dos livros anteriores de Outlander já deve ter percebido (se não eu assumo de qualquer jeito) que amo Claire e Jaime, adoro os dois enquanto personagens separados e definitivamente gosto mais ainda deles como casal e nesse terceiro livro parte dois teremos muitos momentos incríveis dos dois juntos. 

Enquanto na primeira parte acompanhamos principalmente como foi a vida de cada um separados e os primeiros momentos do reencontro, nesse livro acompanharemos eles voltando a ser marido e mulher, descobrindo o que cada um passou nos vinte anos separados e descobrindo traços novos e relembrando os antigos na personalidade de cada um. 

Porém como já estou acostumada nas histórias de Diana Gabaldon, nem tudo são flores e além de terem que lidar com acontecimentos do hiato do relacionamento há ainda um grande e trágico acontecimento que irá levá-los por caminhos e rumos totalmente inesperados. 

Gostei muito desse livro, primeiro por poder ver o relacionamento deles com uma nova postura, tanto pelo tempo separado quanto por estarem mais velhos, mas que os momentos românticos deles ainda derretem meu coração. 

O amadurecimento deles foi bem trabalhado pela autora e situações complexas são apresentadas para eles resolverem. Outro personagem que também vem ganhando espaço é o Fergus, que depois de conhecê-lo como uma criança na França vê-lo como um homem agora está sendo bem interessante. 

O fluxo da história está bem interessante, principalmente por levar os personagens a uma situação bem inesperada (principalmente se pensarmos nas limitações de Jamie) e nesse novo cenário a aproximação dos personagens é inevitável, fazendo com que a autora consiga trabalhar bem a reaproximação deles. Um ponto que deve ser tocado é que, como nos livros anteriores, Diana mantém um ritmo frenético intercalando momentos de calmaria com situações tensas para dar um bom balanço à narrativa. 

Agora só me resta esperar ansiosamente pelo quarto livro dessa série para reencontrar um dos meus casais preferidos e ver o rumo que a história vai tomar já que no fim desse livro a autora deixou uma enorme porta aberta. 

Série Outlander: 

O resgate no mar (parte 2) - Livro III
Os tambores de outono (partes 1 e 2) - Livro IV
A cruz de fogo (partes 1 e 2) - Livro V
Um sopro de neve e cinzas (partes 1 e 2) - Livro VI
An echo in the bone  

Título Original: Voyager
Autor: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência
Ano: 2015
Número de páginas: 656
Avaliação: 4/5 

4 comentários:

  1. Oi, Dani.
    Eu amo essa série e confesso que fico me segurando para não ler os próximos livros em e-book. Acho que a Diana Gabaldon e o George Martin estudaram na mesma escola de maldade, né?! Eita povo para gostar de ver os personagens sofrerem, hein?! kkkkk
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Camis, nem fala, só muita força de vontade pra não ler todos os e-books de uma vez rs. Mas acho que a Diana ainda tem uma vantagem que ela não mata tanto rs. Bjss

      Excluir
  2. Oi Dani, também amo este casal. Fico abismada com a capacidade destes dois de se meterem em confusão, só espero não demorar muito para ler outras confusões deles.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Rose, acho que na loteria de como ficar em situações complicadas eles ganharam o prêmio máximo, mas amo os dois juntos, também espero que não demore muito para conhecermos o resto da história.

      Excluir